domingo, 23 de julho de 2017

Morre o ex-goleiro Waldir Peres

Morreu neste domingo o ex-goleiro Waldir Peres (66). Ele foi vítima de infarto fulminante em Mogi Mirim (SP), onde estava com a família. Waldir Peres chegou a ser titular da Seleção Brasileira na Copa de 1982.
Nascido em Garça, o arqueiro foi revelado no começo dos anos 70 na Ponte Preta e chegou ao clube do Morumbi em 1973.
Em 11 anos de São Paulo, Waldir fez 617 partidas – segundo jogador com mais atuações na história do clube, atrás apenas de Rogério Ceni – e venceu o Campeonato Brasileiro de 1977 sobre o Atlético-MG nos pênaltis. Além disso, ele faturou três vezes o Campeonato Paulista (1975, 1980 e 1981).
Em 1984, ele saiu do Morumbi e foi para o América-RJ. Antes de encerrar a carreira, em 1989, o goleiro passou por Guarani, Corinthians, Portuguesa, Santa Cruz e Ponte Preta.
(Com Agências)

Poder Judiciário inclui questões sobre direitos da pessoa deficiente em seus concursos

O Poder Judiciário deve incluir, em todo concurso público que promover, questões sobre os direitos de pessoas com deficiência. Desde a edição da Resolução n. 230/2016 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o tema constou em, pelo menos, 15 editais para ingresso nos quadros de pessoal de tribunais federais, estaduais, eleitorais e trabalhistas. A inovação fez aniversário no último dia 22.
Dois órgãos exigiram o assunto ainda em 2016: o Tribunal Regional do Trabalho da 20ª Região (SE) e a Fundação de Previdência Complementar do Judiciário (Funpresp-Jud). Neste ano, outros 13 exames preveem o tópico.
Antes, direitos de pessoas com deficiência eram cobrados em provas para áreas específicas. O tema constava em campos como engenharia, serviço social e atendimento ao público. Agora, a matéria surge como tópico básico para todos os cargos, de nível médio e superior, em, ao menos, cinco provas de tribunais a serem aplicadas até o fim do ano.
(Com Agências)

Moro proíbe venezuelano alvo da Triplo X de deixar o Brasil

Torre vizinha do tríplex é considerado por Moro como propina da OAS a Lula


















O juiz federal Sérgio Moro proibiu o venezuelano Rodrigo Andrez Cuesta Hernandes, prestador de serviços da Mossack & Fonseca - escritório usado por diversos condenados da Lava Jato para ocultar a titularidade de contas relacionadas a recebimento de propinas, - de deixar o Brasil. Hernandes é um dos alvos da Operação Triplo X, 22ª fase da Lava Jato, que apura dissimulação da origem de supostas propinas da OAS. A defesa alegava que ele conseguiu um emprego em uma empresa de telecomunicações espanhola, mas o magistrado manteve medida cautelar que confiscou seu passaporte.

Hernandes é um dos alvos da Operação Triplo X, deflagrada em janeiro de 2016, para apurar se a OAS teria utilizado o condomínio Solaris, no Guarujá, para repassar propinas no esquema criminoso que se instalou na Petrobras. Além do tríplex atribuído ao ex-presidente Lula, condenado a 9 anos e 6 meses de prisão, o condomínio no litoral sul de São Paulo abriga outros três imóveis investigados na Lava Jato. Dois envolvem parentes do ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto.

A torre vizinha do tríplex considerado por Moro como propina da OAS a Lula abriga também em sua cobertura um apartamento de três andares que está em nome de uma offshore registrada no escritório Mossack & Fonseca - conhecido por intermediar a abertura de empresas em paraísos fiscais e apontar laranjas como seus titulares com o objetivo de ocultar capitais ilegalmente internados fora do País.

A Mossack foi responsável por registrar empresas de fachada do ex-diretor de Serviços da Petrobrás, Paulo Roberto Costa, do ex-gerente Pedro Barusco, do operador de propinas Mário Góes, entre outros delatores e condenados no âmbito da Lava Jato.

O venezuelano Rodrigo Andrez Cuesta Hernandes era um dos prestadores de serviços da Mossack no Brasil, e teve seu passaporte confiscado pela Justiça Federal. Ele não está preso e alegou ao juiz da Lava Jato ter conseguido um emprego em uma empresa espanhola de telefonia. Sua defesa havia se comprometido a avisar todas as vezes em que o venezuelano saísse do país a trabalho.

— A restrição ao exercício de atividade laborativa, em consequência da vedação de saídas do país, é consequência natural dessa medida cautelar. Essa restrição, porém, é relativa. E isso evidencia-se diante da informação de que o investigado foi contratado. Ademais, é módica também a restrição à liberdade de locomoção do investigado, sendo de gravidade bem mais baixa quando comparadas à prisão. Assim, ao menos por ora, indefiro o pedido de revogação da medida cautelar de proibição de saída do país imposta a Rodrigo Andres Cuesta Hernandez. Por conseguinte, indefiro o pedido de devolução do passaporte.

Solaris

O tríplex na torre vizinha à do famoso 164-A, que foi considerado por Moro como propina da OAS a Lula, está em nome da offshore Murray Holdings, sediada nos Estados Unidos. A empresa é controlada pela publicitária ligada à Bancoop Nelci Warken, segundo a PF.

A Giselda Rousie de Lima, mulher do ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto também declarou à Receita Federal ser proprietária de um apartamento no empreendimento (43-A), mas o Ministério Público Federal identificou que na matrícula do imóvel figura como proprietária Sueli Falsoni Cavalcante, uma funcionária da OAS.


Ainda no condomínio Solaris, o apartamento 44-A chegou a ser adquirido pela cunhada de João Vaccari Neto, Giselda Corrêa, por R$ 200 mil, em 2012. No ano seguinte à aquisição, ela desistiu do imóvel e recebeu R$ 430 mil devolvidos pela OAS. A investigação vê "possível fraude" na negociação porque, em dezembro daquele ano, a empreiteira vendeu o mesmo apartamento por R$ 337 mil.

Fonte: O Estadão

sábado, 22 de julho de 2017

Suspeito de matar crianças em Viçosa é assassinado por parceiro na cadeia




A morte de um dos acusados de matar duas crianças de 8 e 10 anos em Viçosa do Ceará foi confirmada na noite dessa sexta-feira (21). Francisco Soares Pereira, de 26 anos, foi assassinado por Iranildo Antônio de Araújo, de 33 anos, também suspeito do duplo homicídio. Os dois estavam na Penitenciária Industrial e Regional de Sobral.

Segundo a Secretaria de Justiça e Cidadania do Estado do Ceará (Sejus), Francisco e Iranildo iniciaram , na noite de ontem, briga na cela. Iranildo Antônio matou Francisco Rogério e, em seguida, tentou suicídio, mas foi socorrido pelos agentes plantonistas.

Entenda

Na manhã do dia 16 deste mês, um domingo, os dois garotosIracione, 8, e Francisco da Silva Almeida, 10 anos, saíram de casa, na localidade de Inharim para alimentar um animal que haviam ganhado. Acabaram desaparecendo e horas depois, os corpos foram encontrados.

Um dos meninos ainda respirava, apesar de ter sofrido vários golpes de faca. Imediatamente, ele foi encaminhado ao hospital da cidade, onde faleceu pouco tempo depois.

O outro garoto foi encontrado já sem vida. Estava morto em meio a um matagal.

Policiais do Destacamento da PM de Viçosa do Ceará receberam o reforço de uma equipe da Força Tática de Apoio (FTA) de Tianguá para o trabalho de diligências na cidade em busca dos autores do duplo homicídio. Também foram encaminhados ao Município patrulhas do Comando do Policiamento do Interior Norte (CPI-Norte).

Os suspeitos Francisco, Iranildo e um adolescente envolvido no crime foram presos na última segunda-feira, 17, e autuados por homicídio duplamente qualificado.

sexta-feira, 21 de julho de 2017

Guarda municipal do Eusébio fuzilado em Fortaleza. É o 19º agente da Segurança Pública morto em 2017




A vítima ficou morta dentro do veículo, atingida com tiros de pistola disparados à queima-roupa

Subiu para 19 o número de agentes da Segurança Pública mortos no Ceará neste ano. Na noite desta quarta-feira (19), aconteceu o crime mais recente. Um guarda municipal do Município do Eusébio, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), foi assassinado a tiros em Fortaleza. O crime ocorreu em circunstâncias a serem ainda esclarecidas.

Segundo os primeiros levantamentos feitos pela Polícia, o guarda Israel Vale Ramos tinha acabado de sair de uma churrascaria quando seguia dirigindo seu veículo, um Honda Civic – e na Rua Djalma Petit, no bairro Alto da Balança, foi interceptado pelos assassinos e atingido com vários tiros.  Ele teve morte imediata, já que os disparos foram todos à curta distância. A princípio, a Polícia descarta um caso de latrocínio (roubo seguido de morte).


Informações dão conta de que o guarda estava na churrascaria e recebeu uma ligação em seu celular. Logo em seguida, deixou o local dirigindo seu automóvel e ao chegar na Rua Djalma Petit, já próximo da BR-116, foi executado provavelmente por bandidos que estavam em uma motocicleta. Cápsulas de balas de pistola foram encontradas, estranhamente, dentro do carro.

POLÍCIA CIVIL DE SOBRAL RECAMBIA HOMICIDA PRESO NO MARANHÃO PARA SOBRAL.



Policiais Civis da Delegacia Regional de Polícia Civil de Sobral já recambiaram nesta madrugada de Sexta-feira (21.07.17), da cidade de Presidente Dutra-MA, o homicida de Forquilha  José Manoel da Silva Neto  vulgo " Nem Perfumeiro", autor do homicídio da vítima de nome Sandra. 

O homicida será ouvido pela Dra. Rita Helena Porto Delegada Regional e encaminhado para Penitenciária de Sobral ficando a disposição da justiça. A moto da vítima foi recuperada estando na DRPC Sobral a disposição da família da vítima.


FONTE. BLOG SINHÁ SABOIA

SOBRAL: HOMEM ACUSADO DE TENTATIVA DE ESTUPRO É PRESO PELA POLÍCIA MILITAR



A Policia Militar prendeu no início da tarde desta sexta-feira, dia 21, o indivíduo Natanael da Silva Rodrigues, natural de Fortaleza, residente no Residencial Nova Caiçara, em Sobral-Ce. Segundo a polícia, ele é acusado de tentar abusar de uma mulher na tarde da quarta-feira (19), no bairro Domingos Olímpio. 

O fato aconteceu quando a vítima chegava na sua casa, quando foi abordada e arrastada para um terreno baldio, onde o meliante tentou estuprá-la. O caso foi registrado na polícia através de um boletim de ocorrência. Depois do fato ter sido publicado na mídia, ganhou grande repercussão na cidade, tendo a polícia feito várias diligências e conseguiu identificar e prender o acusado.


Natanael foi levado para a Delegacia de Polícia Civil, sendo reconhecido pela própria vítima. O acusado foi indiciado por crime de tentativa de estupro. A população do referido bairro onde aconteceu o crime ficou mais aliviada depois da prisão do infrator.

Com informações de Sobral na Mídia